Eróstrato - Memória Perversa

Data(s) e Horário(s): 01/03 às 20:00h, 07/03 às 20:00h, 08/03 às 20:00h, 14/03 às 20:00h, 15/03 às 20:00h, 21/03 às 20:00h, 22/03 às 20:00h, 28/03 às 20:00h, 29/03 às 20:00h

Local: Rua Gamboa de Cima 03, Centro (ao lado do Quartel dos Aflitos)

Preço: 20,00 (inteira) e 10,00(meia entrada)

Mais Informações

Releitura do conto ‘O Muro’, de Sartre, a peça Eróstrato – Memória Perversa, realiza sua segunda temporada no Teatro Gamboa Nova, dentro do projeto Mês do Teatro e Do Circo – Solos do Gamboa, no mês de março. Será o quinto ciclo de apresentações do espetáculo realizado pelo Grupo de Arte Sem Sentido, formado por Alberto Abreu, Marcos Sampaio, Andreza Cerqueira e Letícia Falleiro.

 

Na história antiga Eróstrato foi um cidadão comum da cidade de Éfeso que queria a fama a qualquer custo. Assim, incendiou o templo de Artemis para que seu nome ficasse conhecido pelas futuras gerações. Na montagem ele busca, antes de tudo, redenção, fazendo uma ponte com as vidas catatônicas e aprisionadas da atualidade.

 

Para a equipe ficam as questões: quem nos reconhece em todas as pequenas explosões diárias? Quem ainda enxerga a vida enquanto nos arrastamos mortos para o próximo dia de trabalho? Como sabemos em que momento as histórias são verdadeiras? Em que momentos nos afogamos em nossas próprias histórias?

 

São estas inquietações que o grupo espera despertar, levando o público a refletir sobre o quanto temas debatidos por Sartre no século passado, fim dos anos 30, se ajustam aos modos de vida do presente cotidiano soteropolitano.

 

Classificação: 18 anos

 

Ficha Técnica

Direção/adaptação/cenário/figurino: Marcos Sampaio

Criação/atuação: Alberto Abreu

Projeto gráfico/assessoria: Andreza Cerqueira

Fotografia: Fernando Lopes

Produção executiva: Letícia de Moraes Falleiro

Apoio Financeiro

Desenvolvido Por:

WebD2 Desenvolvimento Web