Parece Bolero

Data(s) e Horário(s): 12/06 às 19:00h, 13/06 às 19:00h, 14/06 às 19:00h

Local: Rua Gamboa de Cima 03, Centro (ao lado do Quartel dos Aflitos)

Preço: 10,00 (inteira) e 20,00(meia entrada)

Mais Informações

Parece Bolero é um espetáculo que reúne teatro, dança e música. Uma aula de dança diferente, na qual, entre passos, histórias suas e de seus alunos, Gracinha conversa sobre a vida, o casamento e as várias faces do amor, envolvendo o público em suas experiências e paixões, pelo bolero e pelo melodrama. Uma grande referência estético-poética da peça é a série Anos Dourados, de Gilberto Braga.

 

A peça integrava o projeto cênico “Um piano, o bolero e a galinha”, de 2014, idealizado pelos atores Jacyan Castilho (L. Recebe), Igor Epifânio (A Arte de Matar Galinhas) e Paula Lice (Parece Bolero), que combinava, de forma intimista, expressões artísticas como o teatro, a dança e a música, a experimentos gastronômicos. O projeto concorreu ao Prêmio Braskem, na categoria especial e participou do FIAC- Bahia, de 2015.

 

Em “Parece Bolero”, a atriz Paula Lice dá vida a Gracinha, uma professora de bolero nada tradicional. Gracinha assume o bolero que existe em cada um de nós e traz assuntos contemporâneos, temáticas tabu e outros dramas. Os alunos-espectadores partilham desses momentos e juntos celebram a vida! E tudo isso embalado pelas músicas executadas ao vivo pelo pianista Estevam Dantas.

 

Classificação indicativa: 18 anos

 

Ficha Técnica

Direção e atuação: Paula Lice

Direção original: René Guerra

Texto/Dramaturgia: Paula Lice, René Guerra e Gildon Oliveira

Músico convidado: Estevam Dantas

Iluminação: Márcio Nonato

Figurino: Flora Rebollo

Produção: Tais Bichara

Assessoria de imprensa: Mônica Santana

Coordenação técnica: Vinícius Bustani

Assistência técnica de luz e som: Débora Medeiros, Tiago Lins, Nayack Saturnino, Murilo Viola e Ed Castelo

Apoio Financeiro

Desenvolvido Por:

WebD2 Desenvolvimento Web